ROCK OITENTISTA

Loading...

sábado, 9 de abril de 2011

"PETER SCHILLING"


Peter Schilling nasceu em Stuttgart, na Alemanha, no dia 29 de janeiro de 1956. Quando adolescente, Schilling resolveu que seria um jogador de futebol ou um músico. A segunda opção venceu e em 1983 lançou seu primeiro álbum, Error in the System. Deste álbum vem a canção Major Tom (Coming Home). A canção, maior sucesso do alemão, chegou ao primeiro lugar das paradas norte-americanas, se tornando em hit instantâneo em qualquer balada oitentista e transformando Schilling em um ´one-hit wonder´. Dois anos depois grava Things to Come, mas não consegue o mesmo sucesso alcançado com o disco de estréia.

Em 1989, Schilling trabalha com Michael Crétu, do grupo Enigma, em Different Story (World of Lust and Crime), numa tentativa de atualizar seu som e voltar a fazer sucesso, principalmente nos Estados Unidos. Cinco anos se passam e uma nova versão de Major Tom, mais eletrônica ainda, toma de assalto clubes pelo Europa. No ano seguinte o músico forma a banda The Space Pilots, junto com Catyana Schilling, J. Feifel e P. Magnet, e gravam o álbum Trip to Orion.
Em 2006, Schilling lançou mais um álbum, Das Prinzip Mensch, e uma coletânea, Tauch Mit Mir In Eine Neue Zeit, Das Beste Von 2003-2006, além do single Es Gibt Keine Sehnsucht.



Discografia

Álbuns


Fehler im System, 1982
Error in the System, 1983
120 Grad, 1984
Things To Come, 1985
The Different Story - The World Of Lust And Crime, 1989
Geheime Macht, 1993
Von Anfang an... bis jetzt, 1999
Portrait, 2001
Raumnot, 2003
Retrospektive - Das Remix Album, 2004
Zeitsprung, 2004
Delight Factor Wellness, 2005
Das Prinzip Mensch, 2006

- Singles

Gib her das Ding / Frei sein ist schön, 1979 (As Pierre Schilling)
Heut ist was los auf der Autobahn / Sweet Sixteen, 1980 (As Pierre Schilling)
Lied an Dich / Lampenfieber, 1981 (As Pierre Schilling)
Major Tom (Völlig losgelöst), 1982
Die Wüste lebt, 1983
Fehler im System, 1983
Major Tom (Coming Home), 1984
Terra Titanic, 1984
Hitze der Nacht, 1984
Hitze der Nacht (Special Remix), 1984
Region 804, 1985
Ich vermisse Dich / Für immer jung, 1986
All The Love I Need / In My Youth, 1986
Alles endet bei Dir / Wonderful World, 1986
The Different Story (World Of Lust And Crime), 1989
Zug um Zug, 1992
Bild der Dunkelheit, 1992
Viel zu heiß, 1993
Major Tom 94, 1994 (Released in both English and German)
Sonne, Mond und Sterne, 1994
Terra Titanic, 1995 (1995 remixes)
Trip To Orion, 1996 (With the Space Pilots)
Kingdom Of Rain, 2000 (As M*Period)
Terra Titanic 2003, 2003
Raumnot, 2003
Sonne, Mond und Sterne 2003, 2003
Major Tom 2003, 2003
Experiment Erde, 2004
Weit weg, 2005
Der menschliche Faktor (Remixes), 2005
Es gibt keine Sehnsucht, 2006

"GLORIA ESTEFAN AND MIAMI SOUND MACHINE"


Miami Sound Machine,era a banda onde Gloria Estefan participa como vocalista.
De família humilde, Gloria desde pequena sempre ajudou seus pais.
Era uma menina que amava de coração a música cubana e sempre ficava tocando com seu violão, músicas que sua avó ensinava. Com menos de dois anos sua familia teve que se mudar para Miami devido a razões políticas. Seu pai era guardacostas do ditador deposto por Fidel Castro, Fulgencio Batista. Seu pai acaba se tornando militar das forças armadas estadunidenses e vai para a Guerra do Vietnã logo após,
fato este que o deixa debilitado e ficando sob a guarda de sua filha Gloria.
Um tempo depois o pai falece e ela continua a enfrentar a vida com sua mãe
e sua irmã Rebeca.
Glória Estefan é considerada mezzosoprano e utiliza recursos como o falsete em suas performances (como pode se observar em Reach e Because you Love me de Celine Dion)
Gloria participava e colaborava com grupos estadunidenses que cantavam versões das músicas dos Beatles e dos Rolling Stones, mas foi na Universidade de Psicologia que na mesma sala conheceu seu atual esposo Emílio Estefan, que na época ja tinha um grupo musical chamado “Miami Latin Boys”.
Vendo Gloria cantar na Igreja, Emilio Estefan não hesitou em convidá-la para entrar no grupo, houve resistência no início por parte da cantora, mas acaba aceitando o convite e integrando a banda que muda de nome e passa a se chamar “Miami Sound Machine”. Emilio e Gloria com o passar do tempo começam a namorar e em 1978 se casam. Um ano antes, em 1977 o grupo passa a fazer shows e logo após é lançado o primeiro LP “Renacer”. Outros álbuns da banda se sucederam como “Miami Sound Machine” (1978), “Imported” (1979), “MSM Piano Album” (1980), “Otra vez”
(1981), “Rio” (1982) e “A toda máquina” (1983).
De 1977 a 1984 o grupo ja mesclava Pop, Rock e sons latinos com canções tanto em inglês como em castelhano e fazia excursões pela América Central e do Sul.
Foi nesta época que o Brasil recebeu a primeira visita de Gloria Estefan,
mas como turista e não em turnê com seu grupo.

Em 1980 nasce seu primeiro filho, Nayib Estefan e um ano depois a CBS
oferece um contrato para shows e lançamentos de álbuns
posteriores em toda América Latina.



1984 - 1989

Em 1984, é lançado “Eyes of Innocence”, o primeiro álbum da banda Miami Sound Machine, de que Gloria era a vocalista em inglês que repercutiu não só nos Estados Unidos, como também na Inglaterra e na Austrália na categoria “Hot Dance” com o single “Doctor Beat”. A partir daí iniciava-se a trajetória daquela que
viria a ser a rainha do Pop Latino.
Depois do relativo sucesso do primeiro álbum, é lançado em 1985 “Primitive Love” e o seu primeiro single de sucesso mundial “Conga”, além de outros megasucessos como “Words Get In The Way” e “Bad Boy”. Este álbum vendeu mais de seis milhões de cópias só nos Estados Unidos e seu nome ficou presente no “Guiness Book of Records”, pois o single “Conga” foi a única canção na história a aparecer na Billboard nas paradadas de Pop, Latina, Soul e Dance ao mesmo tempo.
O álbum seguinte “Let It Loose” de 1987 foi outro grande exito do grupo que desde o álbum “Eyes of Innocence” chamava-se “Gloria Estefan and The Miami Sound Machine”. Vários singles fizeram deste álbum um dos mais vendidos de toda sua carreira como “Anything for You” que foi o primeiro single nº01 na categoria “Billboard Hot 100”,seguidos de “1-2-3”, “Rhythm is Gonna Get You” e “Can’t Stay Away From You”.
Depois do grande sucesso de “Let It Loose” seria dificil ultrapassar tamanho sucesso e reconhecimento com o álbum seguinte, mas em 1989 foi lançado “Cuts Both Away” que obteve sucesso igualável ao anterior com singles como “Don’t Wanna Lose You” seu segundo single nº01 na categoria “Billboard Hot 100”,seguidos de outros sucessos como “Here we Are”, “Get on Your Feet”, “Oye mi Canto [Spanish Version]” de grande sucesso na Europa, em especial Espanha e França e “Si voy a perderte” [Don’t wanna lose you] de grande sucesso na América Hispânica, além de “Se tenho que te perder” [Don’t wanna lose you] especialmente para o mercado brasileiro.

1990 - 1999

A década de 1990 foi marcada por altos e baixos na carreira da cantora, já que em uma de suas turnês na Pensilvânia, houve um terrivel acidente de trânsito e por pouco não foi fatal, uma vez que Gloria teve sérias fraturas na coluna e precisou fazer fisioterapia e para a alegria de seus fãs foi uma volta rápida com apenas um ano de paralisação da turnê. Neste mesmo ano, foi lançado “Éxitos de Gloria Estefan” com suas canções de sucesso e uma versão em português para o mercado brasileiro de “He We Are” chamada “Toda Pra Você”. Este seria o terceiro single em português lançado até então, ja que no álbum “Cuts Both Ways” foi lançado uma versão de “Your Love is Bad For Me” chamada de “Amor Fatal”, mas no geral não foi um álbum que repercutiu como os anteriores.

Em 1991 marcando sua volta depois do acidente foi lançado “Into The Light”, mas só com o título de “Gloria Estefan” entrando em carreira solo. O álbum lançado mostrara o quanto Gloria era querida, “Coming Out of the Dark” foi nº01 na “Billboard Hot 100” e “Adult Contemporary”, além da versão desta canção chamada “Desde La Oscuridad” muito bem aceita na América Latina. Outro single de sucesso foi “Live for Loving You” e “Nayib’s Song [I am Here for You]” dedicada a seu filho Nayib.

Em 1993 foram lançados três álbuns: seu primeiro álbum solo em espanhol “Mi Tierra”, rico em sons latinos o álbum em espanhol é o mais vendido da história, com quase 8,5 milhões de cópias em todo o mundo. Destaque para “Con los Años que me Quedan”, “Mi Tierra”, “Mi Buen Amor”, “Hablas De Mi” e “Tradición”. Gloria ganhou com este álbum seu primeiro “Grammy Awards”; Sua primeira coletânea em inglês “Greatest Hits” com três canções inéditas: “I see your Smile”, “Go Away” e “Always Tomorrow” e de repercussão mundial; e “Christmas through your Eyes” álbum natalino de pouco destaque, e que colocou o single tema do álbum como carro-chefe.

Em 1994 saiu do forno “Hold me, Thrill me, Kiss me” álbum com canções em inglês da época que Gloria era mais nova e escutava estas canções no rádio. Destaque para “Turn the Beat Around” que foi tema do filme “The Specialist” (O especialista) e “Everlasting Love”, ambas canções de muito sucesso nos Estados Unidos e Europa.

Dois anos depois do grande sucesso de “Mi Tierra”, é lançado “Abriendo puertas” álbum natalino em espanhol, que deu a Gloria seu 2º Grammy Award e foi um dos mais tocados daquele ano. Destaque para “Abriendo Puertas”, “Más Allá” e “Tres Deseos” todas nº1 na categoria “Hot Latin Tracks” da Latin Billboard.

Em 1996 foi a chance de fechar com chave de ouro uma carreira brilhante, já que cada vez mais Gloria fazia menos espetáculos em função de sua família, queria estar mais presente, ate porque neste mesmo ano nascia sua filha Emilly Estefan. O encerramento das Olimpiadas de Atlanta foi memorável. Cantando para mais de um bilhão de pessoas, além de ter a oportunidade de mostrar seu talento a Cuba, já que a viu quem tinha antena parabólica. Cantando “Reach” do álbum “Destiny” lançado coincidentemente naquele ano. Destaque também para “I’m not Giving you Up [Remix], You’ll be Mine [Party Time][Single Version]e “Show me the Way Back to your Heart” que apesar de não ter sido lançada é uma das mais belas do álbum.

Dois anos se passaram e em 1998 foi lançado “Gloria!” álbum dance de grande sucesso, destaque para “Heaven’s what I Feel”, “Oye” e “Don’t let this Moment End”, além das versões em espanhol “Corazón Prohibido” (Heaven’s what I Feel) e “Oye” de grande sucesso na América Latina. Foi neste ano que o Brasil a recebeu pela segunda vez, mas agora profissionalmente, fazendo parte da turnê de divulgação do álbum. Pouco depois, “la cantante cubana” receberia o disco de ouro no país.

Foi neste ano que se confirmou o que todos seus fãs ja sabiam, Gloria Estefan foi convidada pela Fundação “Save the Music” a representar uma das grandes DIVAS mundiais, com uma apresentação fenomenal e muito dançante junto a Celine Dion, Aretha Franklin, Mariah Carey e Shania Twain.

Em 1999 Gloria e Alexandre Pires fazem um dueto em “Santo, Santo” tanto em espanhol como em português, ambas muito tocadas e recebendo uma indicação ao Latin Grammy. Neste mesmo ano ela se junta ao grupo N’SYNC para gravar o tema do filme “Música do Coração” (Music of My Heart) e que leva o mesmo nome. O dueto rendeu o segundo lugar na “Billboard Hot 100” e ganhou uma indicação ao Oscar de melhor trilha sonora, além dos fãs conferirem sua pequena atuação no filme.


2000 - 2007

Em 2000 foi lançado “Alma Caribeña” e recebeu grande destaque, principalmente com “No me Dejes de Querer”, “Como me Duele Perderte” e “Tres Gotas de Agua Bendita” dueto com Célia Cruz. Com “No me Dejes de Querer” Gloria ganhou seu primeiro Grammy Latino na categoria melhor video. Um ano depois lançou sua segunda coletânea em inglês “Greatest Hits V. II” que não teve uma grande retorno, mas colocou uma das músicas inéditas do álbum “Out Of Nowhere” como uma das mais tocadas na parada dance e indicada ao Grammy de melhor gravação dance. Outros singles inéditos estavam presentes neste álbum como “You can’t Walk Away from Love” e “I Got no Love” e uma edição mais moderna de “Conga” denominada “Y-Tu-Conga”.

Cinco anos depois do lançamento de seu último álbum em inglês “Gloria!” é lançado “Unwrapped” que embora tenha sido um dos melhores da artista, não vendeu bem, mas mesmo assim merece destaque “I Wish You”, “Wrapped”, “Te Amaré”. O álbum fez mais sucesso com as versões em espanhol “Hoy” e “Tu Fotografia” ambos nº1 na categoria “Hot Latin Tracks”.

Em 2004 Gloria anunciou o fim das turnês, mas reiterou que apareceria em eventos beneficentes e continuaria gravando álbuns. A partir de então sucederam-se álbuns como “Amor y Suerte: Éxitos románticos” [2003] de pouco retorno em termos de venda e que conta com uma canção inédita “Ay Ay Ay Amor”; “The Essential” álbum que marca os mais de vinte anos de carreira da cantora e seguindo a mesma linha, a coletânia em espanhol “The Very Best of Gloria Estefan” lançado somente na Europa e “Oye mi Canto - Grandes Éxitos” lançado somente nos Estados Unidos e na América Latina.

Com mais de 90 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo e com cada vez mais espírito de inovação, Gloria resolve lançar livros infantis com foco principal em sua cadela Noelle. O primeiro livro saiu em 2005 e foi chamado de “The Magically Mysterious Adventures of Noelle the Bulldog” [As Mágicas Aventuras de Noelle a Bulldog] acompanhado de um cd com a canção “Been Wishin’” ou “Sueño”. Repercutindo bem na área literária, o livro chegou ao segundo lugar no Best Seller do “The New York Times”.

Seguindo o mesmo ritmo, foi lançado em 2006 seu segundo livro entitulado “Noelle’s Treasure Tale” (Tesouro de Noelle) e repetindo o sucesso do primeiro, alcançando o 3° lugar no Best Seller do “The New York Times”. O livro também é acompanhado por uma canção “See With Your Heart” ou “Ver Más Allá”.

Para o ano de 2007 está previsto para 18 de setembro o lançamento de seu quarto álbum solo em espanhol que se chamará “90 millas”. O título se refere a distância de Cuba à Flórida e segundo a própria cantora, o álbum será bem intimo e seguirá a linha musical de “Mi tierra”. “90 millas” terá outras várias participações de peso como La India, Andy Garcia, Chocolate e outros. O primeiro single “No Llores” [Gloria Estefan feat Carlos Santana & Sheila E.] foi lançado em 19 de Junho, já alcançando o primeiro lugar nas paradas latinas. O álbum foi muito bem aceito nas categorias européias chegando ao primeiro e terceiro lugar nos Países Baixos e Espanha, respectivamente, estando entre os quinze álbuns mais executados durante o primeiro mês de lançamento. O segundo singles “Me Odio” também já estreou com sucesso na Billboard e recebeu versões em hip hop e salsa.

sábado, 2 de abril de 2011

"OLIVIA NEWTON JOHN"


Quantos olhares e incontáveis suspiros não foram causados por esta loirinha que foi uma das grandes musas do final da década de 70 e início dos anos 80? Olívia nasceu na Inglaterra em 26 de setembro de 1948. É vencedora de 4 prêmios Grammy, 10 American Music Awards, 5 People’s Choice Awards, dentre milhares de outros. Tornou-se uma estrela internacional com o sucesso do filme Grease. Nesse filme seu parceiro foi John Travolta, e, juntos, formaram o par romântico mais famoso da história do cinema. Em sua carreira solo fez bastante sucesso, sendo considerada uma das cantoras mais bem sucedidas de todos os tempos pela Rolling Stone. Vendeu 100 milhões de discos, tem cinco musicas #1 na parada mais importante do mundo musical, Billboard, e mais outras dez no Top 10, um verdadeira fenômeno pra época. Physical, Hopelessly Devoted To You, Magic, Xanadu, A Little More Love, Heart Attack, You’re The One That I Want, I Honestly Love You, Summer Nights, Have You Never Been Mellow e Twist Of Fate, são apenas alguns de seus maiores clássicos.
Na década de 90, Olivia venceu a batalha contra o câncer de mama que padecia e esta experiência inspirou a artista para compor e produzir o seu álbum “GAIA”.
Para além disso, Olivia voltou a valorizar-se e chegou a ser cada vez
mais conhecida por falar abertamente da sua luta contra a doença e destacar a importância da detecção precoce.

"BRYAN FERRY"


Bryan Ferry (26 de Setembro de 1945, Tyne and Wear) é um músico inglês que ficou conhecido como vocalista do grupo Roxy Music, banda que formou com o
baixista Graham Simpson em 1970.
O Roxy Music grupo entrou para a história como a principal influência do movimento new wave que tomou de assalto a Inglaterra e o resto do mundo nos anos 80.
O som do Roxy Music aliava o rock progressivo ao visual glitter.
O grande espaço reservado aos sintetizadores – comandados por Brian Eno –
deu o tom peculiar à música da banda.
Ferry ficou conhecido por namorar mulheres lindíssimas, que frequentemente apareciam como modelos de capa nos álbuns do Roxy Music.
Um exemplo é Amanda Lear, cantora e modelo que foi fotografada com um jaguar negro para a capa do álbum For Your Pleasure. Ferry depois começou um relacionamento com a modelo Jerry Hall. Hall apareceu em vários videoclipes de Ferry, incluindo
"Let's Stick Together" e "The Price of Love." Ferry encontrou-se com Hall quando ela posou para a capa do álbum do Roxy Music Siren de 1975.
Hall abandonou Ferry em 1977 para casar com Mick Jagger.
Ferry então se casou com Lucy Helmore, com a qual teve quatro filhos:
Otis Ferry, Isaac Ferry, Tara e Merlin.

Apesar da dedicação ao grupo, Bryan Ferry começou uma carreira solo paralela
em 1973, com o álbum "These Foolish Things", em que interpretava canções de Bob Dylan, The Beatles e Rolling Stones, entre outros. Um dos seus maiores sucessos foi "Slave to Love" do álbum 'Boys and Girls' de 1985.




Discografia

Álbuns2010:

2007: Dylanesque (covers de Bob Dylan)
2002: Frantic
1999: As Time Goes By
1994: Mamouna
1993: Taxi
1987: Bête Noire
1985: Boys And Girls
1978: The Bride Stripped Bare
1977: In Your Mind
1976: Let's Stick Together
1974: Another Time Another Place
1973: These Foolish Things

Compilações

2009: The Best Of Bryan Ferry (CD/DVD)
2000: Slave To Love : Best Of The Ballads
1995: More Than This : The Best Of Bryan Ferry & Roxy Music
1986: Street Life : 20 Great Hits
1988: The Ultimate Collection