ROCK OITENTISTA

Loading...

sexta-feira, 17 de julho de 2009

" SINEAD O' CONNOR "


Original e polêmica. Assim é a cantora irlandesa Sinéad O’Connor. Nascida em 08 de Dezembro de 1966, teve a vida marcada por reveses que moldaram sua personalidade e lhe marcaram para sempre.

Tendo sofrido abusos na infância, já tentou suicídio e afirmou ser homossexual em meio a conturbada carreira. Destacou-se com a voz doce, e ao mesmo tempo rebelde, e com a cabeça raspada, sua marca registrada por muitos anos.

Estreou na música em 1987, com o álbum “The Lion and The Cobra”, dedicado à mãe que falecera havia pouco. Conseguiu se apresentar em diversos países da Europa e nos Estados Unidos, ganhando grande visibilidade.

Foi apenas com o segundo trabalho, “I Do Not Want What I Haven’t Got” de 1990, porém, que Sinéad ficou famosa mundialmente. A canção “Nothing Compares 2 U”, composta originalmente por Prince, levou o álbum para a primeira posição dos mais vendidos em vários países e rendeu a ela diversos prêmios.

Dois anos depois chega “Am I Not You Girl?”, onde a cantora interpreta algumas músicas de sucesso como “Don’t Cry For Me, Argentina” e “Gloomy Sunday”. Nessa época ela foi novamente notícia internacional, mas desta vez, por rasgar uma foto do Papa João Paulo II em um dos programas mais assistidos dos EUA.

A atitude foi reprovada por diversas autoridades e Sinéad ficou com uma imagem negativa em muitas cidades. Logo depois o álbum “Universal Mother” foi lançado e a faixa “Fire On Babylon” acaba sendo o grande destaque.

Engajada politicamente, grava “Gospel Oak”, contendo seis músicas dedicadas ao povo de Ruanda, Israel e aos próprios irlandeses.
Após alguns anos de silêncio, lançou “Faith & Courage”, no ano de 2000. A cantora anunciou que se converteu a Igreja Tridente Latino, da Irlanda, e passa a dedicar grande parte de sua vida à religião.
“Sean nos-nua” traz um repertório composto de canções folclóricas irlandesas e o duplo “She Who Dwells in the Secret Place of the Most High Shall Abide the Shadow of the Almighty” é dividido entre um disco ao vivo e outro com faixas raras e alguns ‘covers’.
Sinéad O’Connor anunciou que estava deixando os palcos e o ‘show business’ para cuidar mais de seu espírito e de sua família. Ela já havia anunciado sua aposentaria outras vezes e, felizmente, não cumpriu a promessa. Desta vez, no entanto, parece que foi para valer.

Um comentário:

  1. I like too much Sinead O'Connor because she sings with the heart and your voice is pretty too much too. I like this song: Nothing compares to you.

    ResponderExcluir