ROCK OITENTISTA

Loading...

sábado, 15 de setembro de 2007

" QUEENSRYCHE "


O Queensryche é uma banda de metal que nasceu em 1981 em Washington (USA). Chris DeGarmo, Michael Wilton se conheceram no colégio e juntaram-se a Scott Rockenfield e Eddie Jackson formando uma banda chamada The Mob.

Conheceram Geoff Tate (que era do Babylon) durante um festival, o Metalfest '81. Chris e os outros integrantes não tinham um vocalista e não tiveram a menor vergonha de chamarem Geoff para cantar nesse festival. O resultado não podia ser melhor. Mas depois do festival, Geoff não ficou na banda.
No ano seguinte, a banda passou a se chamar Queensryche, nome tirado da música Queen of the Ryche da própria banda. O empresário da banda levou uma demo à revista Kerrang! que rendeu a gravação de um EP, "Queensryche" (206 Records) que traz, entre outras a música "Queen of the Ryche" e a voz de Geoff. Vendo isso, Geoff deixou do Myth (banda da qual fazia parte nessa época) e juntou-se ao Queenryche.
Em 83, depois de uma rádio local de Washingtoin tocar algumas músicas do Queensryche, a banda assina um contrato com a EMI que regrava seu primeiro EP de maneira que o EP da 206 Records é hoje um item de colecionador. Ainda no final desse ano, Chris DeGarmo e seus colegas fazem shows ao lado de bandas renomadas como o Quiet Riot, Dio, e Twisted Sister.
Em 84 sai o primeiro álbum da banda, "The Warning", gravado em Londres. O heavy metal inteligente que marcaria o som da banda apenas começava a se demonstrar neste disco que se tornaria um dos clássicos do rock em pouco tempo. Seguem-se turnês pelo Japão, Europa e Estados Unidos. "Rage For Order" sai no ano seguinte, consolidando o estilo inconfundível da banda.

Em 86 a banda sai em turnê novamente, desta vez com AC/DC e Ozzy Osbourne. Em outubro desse ano, despedem o empresário mas não cancelam os shows, seguindo para a europa com o Bon Jovi. Nessa época, o Queensryche já havia conquistado milhares de fãs por todo o mundo.

Os fãs ficaram ainda mais fanáticos com o lançamento de "Operation: Mindcrime" (1988), produzido por Peter Collins. O álbum traz uma estória sobre um Dr. X, algo parecido com a idéia de King Diamond em seus álbuns, onde uma canção é continuação da outra, mas com estilos distintos, é claro. Esse álbum é considerado o melhor por muitos fãs.

Mas é em 1990, com o álbum "Empire" (também produzido por Collins) que o Queensryche atinge a grande mídia. É desse álbum a famosa "Silent Lucidity" que conquistou outros milhares de fãs e rendeu um clipe na MTV. O álbum lançou também outros singles e vídeo-clipes, já que suas canções eram mais assecíveis e comerciais, porém não menos brilhantes. Com este disco a banda ganhou um dos prêmios do MTV's Video Music Awards, o de escolha da audiência.

A turnê Building Empires durou dois anos e rendeu um álbum ao vivo e um vídeo reunidos em uma caixa, "Operation: Livecrime". Em 93 o Queensryche gravou a faixa "Real World" para a trilha sonora do filme Last Action Hero (O Último Grande Herói). Depois disso a banda tirou bem merecidas férias que duraram 6 meses. Em 94 sai "Promised Land" que, dois anos mais tarde vira um jogo em CD-ROM. "Hear in the Now Frontier" chega em 97.
Em 98, Chris DeGarmo resolveu deixar a banda, para a tristeza de muitos fãs, mas esse não é o fim do Queensryche que lança "Q2K" no ano seguinte, com o guitarrista Kelly Grey.
Após seguidos trabalhos de estúdio e preocupados com a forte pirataria que era feita durante as turnês, o grupo decide que está na hora de presentear o público com material ao vivo de qualidade e gravam dois shows em Seattle, cidade natal do Queensryche. Em 2001 foi lançado então o duplo “Live Evolution”, trazendo todos os grandes hits da banda desde a década de 80.
Chris DeGarmo volta ao Queensrÿche para as gravações do novo trabalho do grupo, "Tribe", lançado em 2003. Não se sabe, porém, se essa é a volta definitiva do guitarrista à banda.


Nenhum comentário:

Postar um comentário